Fundição por Cera Perdida

Para responder à crescente procura de precisão dimensional e melhor acabamento superficial, a FERESPE passou a englobar na sua oferta de serviços Fundição por Cera Perdida, mantendo o seu posicionamento de nicho no mercado de pequenas e médias séries.

Dedicada à produção de peças técnicas para aplicações de elevada exigência, a FERESPE utiliza as seguintes ligas:

– Aço inoxidável duplex, super duplex e super austenítico
– Aço de média e baixa liga
– Ferro fundido de alta liga

A FERESPE exporta cerca de 90% do que produz, para diversos sectores industriais.

A FUNDIÇÃO POR CERA PERDIDA usa um modelo de cera para fazer um molde. Depois de ser acoplado ao sistema de alimentação e gitagem, o cacho é mergulhado numa pasta refractária, formando uma carapaça cerâmica. Esta é então aquecida para derreter e remover a cera, o que também melhora as suas propriedades mecânicas. Por fim, o metal fundido é vertido na cavidade da carapaça para arrefecer e solidificar.

Principais características da Fundição por Cera Perdida:

  • Peças menores
  • Alta precisão dimensional
  • Excelente qualidade de superfície
  • Formato de alta complexidade e design muito idêntico, se comparado com Fundição em Areia
MATERIAIS
FUNDIÇÃO POR CERA PERDIDA

Certificações
e Qualificações

– ISO 9001:2015
DNV GL

– NORSOK
Code M-650 Rev. 4 – Duplex
e Super Dupex SS

– Bombas e Válvulas
Areva – KTA 1401
ASME NCA 3800

– Equipamentos Pressão
TUV NORD – PED 2014/68/EU
e AD-MERKBLATT W0/TRD 100

– Aço Inoxidável Austenítico
Lloyds Register

– Indústria Ferroviária
D8
TUV NORD – EN 15085-2

– Aplicações Navais
Bureau Ventas – BV Mode II Scheme ABS

– Embarcações
DNV GL – Fundição de Aços

– ISO 14001:2015
DNV GL

Peças (Exemplos)

FERESPE em Acção: Fundição por Cera Perdida

COMO É PRODUZIDO

Fase I – Injeçcão de cera

No processo de Fundição Por Cera Perdida, o primeiro passo é o desenho e a produção do molde no qual a cera é injectada. Este molde é desenvolvido internamente por fabricação aditiva – Prototipagem Rápida SLA – ou externamente, por parceiros FERESPE especializados na maquinagem dos blocos de alumínio.

Como qualquer imperfeição no modelo de cera aparecerá no componente fundido, a qualidade da superfície quer do molde quer do modelo tem uma importância crítica na qualidade da peça fundida. Para garantir a precisão dimensional e geométrica a FERESPE utiliza o sistema de digitalização fotométrica 3D.

Após a injecção da cera, o modelo de cera resultante terá o mesmo formato da peça final. Em seguida, é montada uma “árvore” que consiste num ou vários modelos colados ao sistema de alimentação e gitagem.

Fase II – Revestimento Cerâmico, Descerificação e Fusão

O passo mais importante é criar um revestimento cerâmico que envolva a “árvore” e que consiste em várias camadas sobrepostas de diferentes barbotinas e areias que formam uma carapaça cerâmica.

Em seguida, a carapaça é descerificada e elevada a temperaturas até 1100ºC. Nesse momento, a carapaça cerâmica está pronta para ser pré-aquecida para o vazamento do metal.

Fase III – Acabamento

A FERESPE realiza os processos de acabamento, como tratamentos de superfície (lixagem e granalhagem), tratamentos térmicos e inspecções finais. Outras actividades, como maquinagem, revestimentos, tratamentos químicos de superfície, entre outras, podem ser subcontratadas aos parceiros de longa data da FERESPE.

Equipamentos

Engenharia de Produto

  • Modelação
    • PTC Creo 3.0
  • Scanner 3D
    • Controlo Dimensional
    • Reverse Engineering
  • Simulação de enchimento e solidificação
    • Finite Solutions Flowcast and Solidcast
  • Elaboração de Moldes:
    • Prototipagem Rápida:
      • SLA
      • SLS
      • Maquinagem rápida 5-eixos – areia ou material compósito (subcontratação)
      • Produtores de moldes tradicionais (subcontratação)

Sala de Injecção de Ceras
e Produção de Carapaças Cerâmicas

  • 400 x 400 x 250 mm dimensão máxima do modelo
  • 600 x 600 x 500 mm dimensão máxima dos tanques de barbotinas

Fusão

#3 Fornos de Indução

  • #2 fornos de indução de 50 kg
  • #1 forno de indução de 150 kg

Acabamentos

  • Máquinas de granalhagem de partículas metálicas e/ou cerâmicas
    • CM, NORMFINISH e NORBLAST
  • Máquinas Lixadoras
    • Máquina lixadora de cinta
  • Tratamento térmico
    • Tratamentos térmicos realizados na FERESPE
  • Outras actividades, como maquinagem, revestimentos, tratamentos químicos de superfície, entre outras, podem ser subcontratadas aos parceiros especializados da FERESPE

Qualidade e Controlo

  • Espectómetros de Emissão Óptica
  • Testes Destrutivos
  • Testes Não Destrutivos
  • Controlo de Dureza
  • Preparação de Amostras e Análise Metalográfica

Perfil de Fundição por Cera Perdida & Lista de Materiais

Fundição por
Cera Perdida

Lista de Materiais
Fundição por Cera Perdida