In-Situ-Cast

Designação do projecto: In-Situ-Cast – Candidatura 033417
Código do projecto: POCI-01-0247-Feder-033417

Objetivo Principal: Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação.
Região de intervenção: Norte
Entidade beneficiária: FERESPE – Fundição Ferro e Aço,Lda e Universidade do Porto

Data de aprovação: 17-07-2018
Data de início: 01-09-2018
Data de conclusão: 30-08-2020
Custo total elegível: 283.102,81€€
Apoio financeiro da União Europeia: 197.781,18€ FEDER

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos: 

Objetivos:
Este projeto enquadra-se na estratégia de crescimento e reforço da capacidade competitiva e internacionalização da FERESPE, através do desenvolvimento de produtos diferenciados e de elevado valor acrescentado para os segmentos de mercado: “Construction machinery–Offshore and Onshore” e “Dredging equipment–Offshore and Onshore”. Concretamente pretendem-se desenvolver uma nova família de materiais: compósitos de matriz metálica (MMCs) reforçada com partículas cerâmicas produzidas in-situ ou ex-situ ou reforçada com uma espuma cerâmica, para o fabrico de componentes de geometria complexa e com elevadas características tribológicas.

Atividades
Seleção e preparação de reforços cerâmicos; Produção de amostras; Caraterização macro e microestrutural; Caraterização mecânica e química; Fabrico de protótipos; Aplicação da melhor metodologia noutros materiais de base; Promoção e divulgação de resultados.

Resultados
– Superar em 30% a dureza e aumentar para o dobro a resistência ao desgaste dos componentes;
– Selecionar os materiais cerâmicos para o fabrico de reforços adequados a três materiais de base selecionados: ferro branco de alto crómio, aço inoxidável austenítico e aço estrutural;
– Estabelecer as condições de processamento de reforços (compactos, pastilhas e espumas) nos processos de fundição de areia e de precisão;
– Estabelecer a relação entre a geometria dos componentes e a aplicação de reforços;
– Projetar e fabricar três protótipos nos novos materiais desenvolvidos.
– Criar conhecimento que permita alargar a industrialização destas novas soluções a outros mercados/clientes.